Nossa História

No ano de 1989, Porto Alegre recebeu a visita do professor Waldo Vieira, que acabara de propor a ciência Projeciologia, para uma palestra pública, seguida de curso no salão de eventos do SESC Serviço Social do Comércio, localizado na rua Coronel Genuíno, bairro Cidade Baixa. Professor Waldo, até então, era mais conhecido do público ligado ao espiritismo, devido seus trabalhos e obras desenvolvidos com Chico Xavier.

Foi na Casa Espírita Luz e Caridade, localizada no Bairro Menino Deus, em Porto Alegre, RS, que um grupo de pessoas frequentadoras da instituição, que incluía as hoje conscienciólogas Haydée Melo e Miriam Kunz acessaram num mural de avisos a visita do prof. Waldo Vieira à capital do Rio Grande do Sul.

Imediatamente Haydée, que já havia conhecido o prof. Waldo há dois anos, através do programa da TV Bandeirantes, apresentado pelo espiritista Luiz Gasparetto, comentou sobre a importância de todos participarem desse encontro.

Durante a palestra, Haydée e Miriam conheceram outras pessoas praticantes da espiritualidade das mais diversas maneiras, com ênfase aos voluntários da Casa Espírita Caju, situado na rua de mesmo nome, no Bairro Petrópolis. Destaca-se, dentre eles, Clóvis Paim, Edelvira Paim e Vanderlei Terezinha Kubiak.

Ao final, animados e interessados em desenvolver a Projeciologia em Porto Alegre, este grupo procurou o prof. Waldo para expressar à vontade em estudar e desenvolver a neociência na capital. Ato contínuo, o professor resolveu que um de seus assessores ficasse por uma semana em Porto  Alegre para prestar incentivo à ideia.

Após diversas reuniões, resolveu-se fundar a instituição que foi denominada IUPP – Instituto Universalista de Parapsicologia e Projeciologia, logo mudado em definitivo para IPC – Instituto de Pesquisa da Consciência. Essa instituição, que funcionou por 15 anos ininterruptos, por sugestão do voluntário Luciano Melo e incentivado pelo professor Waldo, em 2004 integrou-se ao IIPC, já existente na região.

Todos os móveis, equipamentos e utensílios foram mudados para uma nova sede maior, alugada para a fusão, migrando a maioria dos voluntários, incluindo Haydée e Miriam. Ocorre que, antes mesmo desta mudança, já existia a ideia de Haydée em propor ao Professor Waldo, já instalado em Foz do Iguaçu, a criação de uma instituição voltada à criança, inexistente na Conscienciologia. Referente ao assunto, o conselho da grande maioria das pessoas conhecedoras da ideia, era a de ser inviável, tendo em vista o professor Waldo considerar cedo e já ter negado o encargo a diversas pessoas.

Mesmo assim, em sua primeira vinda a Foz do Iguaçu, setembro de 2004, Haydée conversou com o Professor Waldo sobre o assunto, dividindo sua ideia e inquietude em “criar” uma Instituição Conscienciocêntrica para atender à infância, já que vinha de 30 anos de carreira de professora de educação infantil, alfabetizadora e de coordenação educacional em escolas do Estado do Rio Grande do Sul e Paraná. Também entendia que teria currículo conscienciológico, pois dirigirá o extinto IPC como presidente por diversos mandatos. A resposta veio imediatamente após a proposta: “Crie! Volte lá e crie! Fale com o pessoal da UNICIN!”

Ao voltar a Porto Alegre, Haydée promoveu uma reunião com todos os voluntários interessados na constituição da IC: Carmen Bacher, Inês Nunes, Isaac Magrisso, Ivana Melo Freitas, Maria das Dores Leite, Marta Helena Fuchs, Miriam Kunz, Nilcéia Sampaio Silveira e Vanderlei Terezinha Kubiak. Ao voltar a Porto Alegre, Haydée promoveu uma reunião com todos os voluntários interessados na constituição da IC: Carmen Bacher, Inês Nunes, Isaac Magrisso, Ivana Melo Freitas, Maria das Dores Leite, Marta Helena Fuchs, Miriam Kunz, Nilcéia Sampaio Silveira e Vanderlei Terezinha Kubiak

Logo a Associação Internacional de Conscienciologia para a Infância, foi fundada em 29 de julho de 2006, com os atos e ofícios legais de formalização e grande jantar de confraternização realizado no salão de festas da Sociedade de Engenharia do Rio Grande do Sul, no local denominado Pedra Redonda, Bairro Ipanema, Porto Alegre, RS. Neste evento, representaram Foz do Iguaçu no evento os conscienciólogos Laênio
Loche e Jayme Pereira

A EVOLUCIN, desde a sua fundação em julho de 2006, até a data de transferência da sede para Foz do Iguaçu, PR, em novembro de 2012, foi dirigida pelas voluntárias Haydée Idalina Silveira Melo e Miriam Kunz coordenadora e vice coordenadora.
Após, a coordenação geral passou para o voluntário Ivan Melo e a vicecoordenação ao Tiago Ribeiro da Silva. Em 2014, a coordenadora da área de voluntariado, Liege Trentin, realizou o I Encontro de Voluntários participando integrantes de Foz do Iguaçu, Porto Alegre, São Paulo,
Portugal e Alemanha.

A partir de dezembro/2016, Ivan Melo dá continuidade a coordenação geral conjuntamente com a voluntária Marta Lopes (Vice-coordenação). Já em Foz do Iguaçu, dentre as rotinas da instituição, foram realizados dois grandes eventos: o Curso de Extensão em Conscienciologia e Projeciologia (ECP3) e o I Simpósio Internacional de Ressomatologia. Também alocou terreno para construção da sede própria, no campus Discernimentum, cuja inauguração estava prevista para o próximo mês de outubro de 2017, por ocasião do I Simpósio Internacional de Ressomatologia e II Encontro de Voluntários da EVOLUCIN. 

Reinalda Fritzen, participou da fundação, mas apesar do interesse em integrar a equipe, precisou continuar o voluntariado no IIPC para atender os compromissos assumidos anteriormente. A partir de 2007, após fechar o ciclo, integrou as atividades da EVOLUCIN, atuando e abrindo
uma extensão na cidade de Torres, RS.
O grupo do núcleo de extensão em Torres/RS foi formado pelos colaboradores e voluntários: Adriana Guedes, Fladernir Hann, Francisco Paulo Martins Junior, Guido Valdir Whays, Luis Carlos Schneider, Marliza Maia, Vera Regina Ferreira dos Anjos.
Com a presença do casal de voluntários da EVOLUCIN em Foz do Iguaçu, Ivan Melo e Haydée Melo, iniciou-se atividades da IC no CEAEC– Associação Internacional do Centro de Altos Estudos da Conscienciologia. Na época, já havia uma “Dinâmica Parapsíquica para crianças e adolescentes” coordenadas pelos Professores Moacir Gonçalves e Lilian Zolet.

Após as dinâmicas, os coordenadores gentilmente nos cediam um tempo e espaço para realizarmos atividades com as plantas. Em várias ocasiões, os pais também permaneciam com as crianças para a continuidade da atividade de Ecologia no período da tarde.
Como a contribuição do Balbino de Oliveira e da Reinalda Fritzen, trouxeram de
Torres (RS) as mudas da palmeira Jussara, (o açaí da mata atlântica do Sul).
Estas palmeiras foram transplantadas no espaço do CEAEC e Discernimentum. Algumas cresceram e hoje são árvores frondosas que podem ser encontradas no Acoplamentarium. E para quem não conhece, esta planta, é o açaí que está em extinção na Mata Atlântica do Sul.

Com relação a participação nas atividades parapsíquicas era gratificante, em espaço minúsculo, o que nos fez urgir a construção de uma sede maior. Além da sala do Discernimentum, onde funcionava a EVOLUCIN, na época encontramos uma estufa desativada que serviu para realizarmos as oficinas em meio à natureza. Neste espaço aproveitamos para fazer mudas de sementes e cultivar espécies nativas transplantadas na mata e ao longo do rio Tamanduazinho. Houve grande alegria, interesse e participação de pais, adultos e crianças neste trabalho de reposição da mata atlântica

Constatamos que várias crianças daquela época, tornaram-se voluntários e professores na ASSINVÉXIS e os mesmos continuam reflorestando e assumindo a responsabilidade ecológica.

Logo que conseguimos o espaço para a construção da sede, o primeiro projeto traçado foi a construção de uma estufa, para o plantio de hortaliças e ao lado da horta criado o jardim das ervas medicinais. Anteriormente, este local era um potreiro e por conta disso estava com grama nativa e terra dura. Porém, aos poucos, com muito suor e esforço conjunto, fomos retirando as gramas e afofando a terra.

As crianças foram chegando, com suas pazinhas brincavam preparando o solo para o plantio. Cada encontro era uma festa, e como não podia ser diferente, o amparo extrafísico começou a se manifestar-se.

Cabe ressaltar que, desde a fundação, sempre foi desejo de todos os voluntários a EVOLUCIN possuir uma sede própria, condição que daria à instituição não só um simples status de equilíbrio econômico/patrimonial, mas especialmente um fator de estabilidade institucional pela demonstração de força de erigir bases sólidas aos olhos da multidimensionalidade.

Foi nesse passo que, em 2009, após mudança dos voluntários Ivan e Haydée Melo para Foz do Iguaçu, posteriormente seguidos por Miriam Kunz e Reinalda Fritzen, foi criada a Unidade da EVOLUCIN/Foz, ligada à sede de Porto Alegre.

Não seria preciso lembrar que a materialização do desejo “pétreo” de ter uma sede própria passava, necessariamente, pela aquisição de um imóvel para a construção, fato de difícil consecução diante dos custos envolvidos. Mas nada é impossível quando se tem firme decisão, o amparo e a confiança deste.

E foi com esse norte do amparo que o grupo formado em Foz, tomando pé de uma nova realidade macro da Conscienciologia – e vendo “muitas terras” disponíveis no campus Discernimentum, resolveu conversar com Cesar Cordioli, Presidente da AIEC – Associação Internacional para a Expansão da Conscienciologia, sobre a possibilidade de cessão de uma área dentro do campus, para que a EVOLUCIN desenvolvesse seu projeto de construção da sede. Ao encontro disso, compareceram Ivan Melo, Haydée Melo e Reinalda Fritzen, junto com os aproximadamente 10 voluntários atuantes na nova unidade da EVOLUCIN/Foz.

A recepção de Cesar Cordioli foi a mais assistencial possível, que ao ouvir a proposta da EVOLUCIN, imediatamente designou a gerente administrativa do campus, na época a voluntária Vassiliki Pétalas, para que desse um passeio com o grupo mostrando as diversas áreas do Discernimentum e deixando a escolha de um local praticamente ao bel prazer da comitiva da EVOLUCIN.

O grupo verificou alguns locais e pediu à arquiteta Ivana Melo, voluntária da Sede Porto Alegre, que sugerisse em definitivo o que julgasse mais adequado às aspirações da instituição. É de boa lembrança dizer que o grupo foi informado pelo senhor Cordioli, que o campus Discernimentum fora adquirido justamente visando reunir todas as ICs da Conscienciologia no local, que, inclusive, foi denominado de “Embaixada das ICs”.

Concretizada a cessão de direito e comunicada à Sede em Porto Alegre, a direção da instituição sugeriu que, com essa nova situação, seria de bom alvitre a transferencia da sede da EVOLUCIN para Foz do Iguaçu. Fato que, por si só, atenderia à intenção do professor Waldo Vieira e viabilizaria a construção da sede. Foi assim que, em 22 de novembro de 2012, em reunião realizada em Porto Alegre, o Conselho da EVOLUCIN decidiu pela mudança da sede para a cidade de Foz do Iguaçu, elegendo a primeira diretoria que ficou basicamente assim constituída: Coordenação geral: Amâncio Ivan de C. Melo; Vicecoordenador: Tiago Ribeiro; Coordenação parapedagógica: Haydée Melo; Coordenação Administrativa: Flávia Tavares; Coordenação financeira: Reinalda Fritzen.

Em 15 de outubro de 2015, data de encerramento do I Simpósio Internacional de  Ressomatologia, promovido pela EVOLUCIN em Foz do Iguaçu, junto com a comemoração do Dia das Crianças, foi lançada a pedra fundamental para a construção da sede, tendo sido descerrada pelos epicons Moacir Gonçalves e Lilian Zolet, a convite.

Em 15 de junho de 2017, teve início as obras de construção da sede, em duas etapas: a primeira, consistindo em montagem de toda a estrutura pré-moldada das vigas e cobertura de vão único, contratado à empresa PATAGÔNIA – Estruturas pré-moldadas, com sede em Medianeira, PR, ao custo aproximado de R$ 25 mil. Esta etapa foi finalizada em 29.06.2017. Na semana seguinte, mais precisamente em 07.07.2017, já contratada a empresa para fechamento das estruturas e obras gerais de construção, acabamento, se inicia os trabalhos, que foram entregues em tempo recorde de 68 dias úteis trabalhados. 

Seguiram-se os serviços de obras de arte e paisagismo, ocorrendo a inauguração em 12 de outubro de 2017, data alusiva à criança.

error: Olá !! Nosso conteúdo é protegido! Entra em contato conosco pelo formulário de contato que te ajudamos no que for possível!